PUB
                             
Lifestyle - 21.09.2018

Por entre estas paredes já passaram um dia reis e rainhas ou, se não passaram, poderiam ter passado... Em Portugal, são muitos os palácios, conventos, mosteiros e castelos que foram transformados em hotéis de luxo e que hoje oferecem autênticas “viagens no tempo” em cenários únicos e memoráveis.

 

Tivoli Palácio de Seteais

Este romântico palácio, mandado erigir em 1787 e transformado em hotel de luxo em 1955, transporta-nos para o requinte da arquitetura do século XVIII com todo o conforto do século XXI. Localizado na encosta da Serra de Sintra, vila Património Mundial da UNESCO, o Tivoli Palácio de Seteais oferece um cenário único para “sonhar acordado”. Os interiores surpreendem pelos traços arquitetónicos e detalhes decorativos, desde os deslumbrantes salões com magníficas pinturas, tapeçarias e frescos de rara beleza, aos quartos que estão decorados com mobiliário de uma riqueza incomum. Outra singularidade deste hotel é o seu jardim labiríntico, para além das vistas surpreendentes: debaixo do arco triunfal, vê-se o Palácio da Pena e, do outro lado, conseguimos avistar o oceano Atlântico, num cenário cinematográfico e literário difícil de esquecer.

 

Pousada de Guimarães

Das ruas da cidade, conseguimos avistar este majestoso edifício que se ergue numa das encostas do monte da Penha. A Pousada de Guimarães ou Pousada de Santa Marinha é o resultado do restauro do Mosteiro dos Agostinhos do século XII que, em 1985 ganhou o Prémio Nacional de Arquitetura. O Parque da Penha, o jardim do mosteiro, os cantos interiores com fontes de granito, os ricos mosaicos de azulejos, os claustros e as várias varandas com vistas para o centro histórico da cidade, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO, em 2012, fazem desta pousada um lugar especial. É particularmente acolhedora no inverno, mas não deixa de merecer uma visita na estação mais quente. Quem já passou por lá destaca "a personalidade cinematográfica" da magnífica varanda de São Jerónimo, envolvida pela copa das árvores mais altas dos jardins. Aos detalhes arquitetónicos alia-se a ligação museológica da pousada ao passado. Uma estadia mais atenta permite descobrir vestígios preciosos sobre a história do edifício e da própria história da cidade de Guimarães.

 

Palácio do Freixo

Situado nas margens do belo rio Douro e próximo da cidade do Porto, este luxuoso hotel encanta logo à primeira vista devido à sua majestosa arquitetura que não deixa ninguém indiferente. O Palácio do Freixo é um palácio barroco do século XVIII projetado pelo arquiteto italiano Nicolau Nasoni que também desenhou a famosa Torre dos Clérigos. No exterior, os magníficos jardins convidam-nos a passeios prolongados, e a piscina panorâmica é o local ideal para observar o rio. No interior, cada sala da pousada reúne "um mundo" de estética barroca que nos transporta para um verdadeiro "conto de fadas". A história, o luxo e a arte de “bem-receber” unem-se para criar o cenário perfeito para uns dias românticos.

 

Pousada da Serra da Estrela

Com as montanhas da serra mais alta de Portugal continental como “pano de fundo”, a Pousada da Serra da Estrela está localizada em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, a 1520 metros de altitude. O projeto arquitetónico é da autoria do conceituado arquiteto Eduardo Souto Moura, que recuperou as linhas do antigo sanatório da Serra da Estrela, acrescentando um toque contemporâneo sem comprometer o trabalho original realizado por Cottinelli Telmo, nomeadamente as ínumeras colunas de granito. 

Os interiores da pousada encantam pelo branco imaculado, o pé-direito elevado, os azulejos originais recuperados e os antigos ascensores, em ferro e madeira. No exterior, a paisagem envolvente é deslumbrante, principalmente no inverno, quando os declives montanhosos ficam pintados de branco. Esta é a melhor época para uma estadia, se pretender aproveitar a neve para praticar desportos radicais como o esqui ou o snowboard. No entanto, no verão também há boas razões para uma visita. Nesta zona existem mais de 300 km de trilhos sinalizados, alguns dos quais têm início muito perto da pousada, para caminhadas cheias de aventura. As iguarias tradicionais da região como o famoso queijo da Serra da Estrela e o mel também são razões de visita em qualquer época do ano.

 

Palace Hotel do Bussaco

Integrado num conjunto arquitetónico e paisagístico único na Europa, na Mata Nacional do Buçaco, o Palácio do Bussaco é considerado um dos mais belos hotéis históricos do mundo. Este edifício deslumbrante, digno de príncipes e princesas, foi projetado nos finais do século XIX pelo arquiteto italiano Luigi Manini para os últimos reis de Portugal. Contou ainda com intervenções posteriores dos arquitetos Nicola Bigaglia, Manuel Joaquim Norte Júnior e José Alexandre Soares, e é uma recriação da arquitetura manuelina inspirada em obras como a Torre de Belém, o Mosteiro dos Jerónimos ou o Convento de Cristo, em Tomar. O seu interior está sumptuosamente mobilado e decorado com painéis de azulejos, frescos e quadros alusivos aos descobrimentos portugueses, da autoria de grandes mestres portugueses.  A beleza deste palácio é completada pelos jardins do parque envolvente, pertencentes ao Convento de Santa Cruz do Buçaco, fundado em 1634. Ao longo da Mata do Buçaco, para além do convento, poderá observar ermidas, quatro capelas, um percurso da Via Sacra, fontes, lagos e uma cascata, tudo enquadrado numa vegetação exuberante.

 

Pousada Castelo de Óbidos

Instalada no castelo medieval que se eleva nas muralhas seculares da vila de Óbidos, a Pousada Castelo de Óbidos foi a primeira pousada a ser construída num edifício histórico em Portugal, em 1951. O castelo está repleto de detalhes arquitetónicos e históricos, como o paço primitivo de estilo Manuelino, situado na ala norte do castelo, que foi erguido no início do século XVI por D. João de Noronha, conde de Dijon e alcaide da vila. Ao nível do andar nobre, podemos observar um paço quinhentista que foi criteriosamente recuperado dos efeitos do terramoto de 1755. Dentro do hotel, respira-se história, arte e uma tranquilidade inigualável. Os quartos têm nomes de monarcas, cuja história se une a Óbidos e a suite D. Dinis, localizada numa das torres do castelo oferece uma autêntica viagem no tempo. Enquanto passeamos pelo castelo, é possível vislumbrar toda a vila que é, por si só, uma atração turística por excelência, reconhecida pelo seu casario branco debruado a azul, janelas floridas, ruelas e escadarias de empedrados.

 

Verride Palácio Santa Catarina

Situado em pleno miradouro do Adamastor, em Lisboa, o Palácio Verride foi finalmente reabilitado para dar lugar a um hotel de luxo. Num edifício datado de 1750, este palácio foi residência de vários nobres ao longo dos anos, como João Lobo de Santiago Gouveia que tinha o título de conde de Verride e que foi o proprietário do palácio até à sua morte, em 1921. No final dos anos 1960, o edifício foi adquirido pelos atuais proprietários, Kees Eijrond e Naushad Kanji, que investiram milhões na sua recuperação. O projeto é da autoria da arquiteta Teresa Nunes Ponte que manteve a traça antiga, e no topo do edifício tornou possível uma magnífica vista de 360º sobre a cidade, o rio Tejo e o oceano Atlântico. A singularidade do palácio estende-se também aos seus interiores e, ao longo dos quatro andares, podemos descobrir muitos elementos arquitetónicos que foram recuperados, como o mobiliário embutido, as salas com azulejos repletos de paisagens ou os tetos de estuque e madeira que dão a este hotel uma personalidade especial.

 

Convento do Espinheiro

Mesmo às portas de Évora, cidade património mundial, e rodeado por lindos jardins, ergue-se este belíssimo convento do século XV, também classificado como monumento nacional. Construído no reinado de D. Afonso V, este convento está carregado de história e pormenores luxuosos que garantem uma estadia única e memorável. Reza a história que a Nossa Senhora terá aparecido em cima de um espinheiro a um pastor, acontecimento que tornou este lugar num “local de devoção”. Mais tarde, depois de ter sido construída uma capela no local, o bispo D. Vasco Perdigão mandou fazer um convento – o Convento de Nossa Senhora do Espinheiro. Nesta época, o convento recebia, com frequência, a visita dos reis de Portugal, sobretudo os da dinastia de Avis, que tinham muita devoção pela Virgem. Em 2005, nasceu este luxuoso hotel de 5 estrelas, pertencente à prestigiada cadeia Starwood Hotels & Resorts.

 

Artigos relacionados...

Pantone anuncia Living Coral

Está escolhida a cor do ano de 2019

Montblanc James Dean Edition

Nova linha Great Characters presta tributo a uma lenda do cinema

Márcia Dias pintou retrato ao presidente angolano João Lourenço

Oferta a convite do Consulado Geral de Angola em Portugal

Samsonite propõe viagens mais ecológicas

Malas como alternativa para uma vida mais sustentável

A suíte mais cara do mundo

O recanto premium do nova-iorquino The Mark Hotel

Os Mais Vistos

Beleza

A sua nova Eau de Parfum

Lifestyle

Oferta a convite do Consulado Geral de Angola em Portugal

F Luxury no Instagram

Contactos

Portugal
Avenida Nossa Senhora do Cabo, 101
2750-374 Cascais
T. (+351) 210 149 077

Angola
Rua N'Dunduma nº147 e 149, Bairro
Miramar, Angola
T. (+244) 942 624 495

Suíça
Flüelistrasse 13, CH-6054 Kerns
T. (+41) 79 524 94 33