Health - 19.05.2017

Geralmente, as tendências gastronómicas para o ano em que estamos são o reflexo das correntes de opinião, de estudos de mercado realizados nos cinco continentes, pelas principais consultoras especializadas em alimentação, e visa, sobretudo, as preferências de consumo, assim como é tida em atenção as opiniões dos chefs mais conceituados.

Em relação ao ano de 2017, as tendências de consumo parecem consolidar-se principalmente nos alimentos de procedência vegetal, deixando de ser apenas o acompanhamento, para se tornarem estrelas do prato principal.

Nesta corrente, também vimos ser destacadas as proteínas vegetais e os produtos cada vez mais ecológicos e orgânicos. E a perceção crescente dos consumidores, que valorizam o impacto que tem a comida na saúde e no meio ambiente.

Outra preocupação encontrada e que dita uma tendência na alimentação são os produtos “sem nada”, isto é, sem glúten, sem açúcar, sem lactose, sem conservantes, etc.

Mas é de alertar que quanto menos artificial é um alimento, mais autêntico este é, e mais benefícios dá ao consumidor. Desta forma, é de rejeitar extremismos e cair na repetição, mas sim ter uma alimentação variada, cuidada e adequada ao estilo de vida.

Por Sara Torres

Os Mais Vistos

Beleza

Note di Colonia IV, Acqua di Parma

A F Magazine no Instagram

Contactos

Portugal
Avenida Nossa Senhora do Cabo, 101
2750-374 Cascais
T. (+351) 210 149 077

Angola
Rua N'Dunduma nº147 e 149, Bairro
Miramar, Angola
T. (+244) 942 624 495

Suíça
Flüelistrasse 13, CH-6054 Kerns
T. (+41) 79 524 94 33